9 de novembro de 2006

“Foi uma grande aflição”

Samuel Costa viveu no sábado, 4 de Novembro, uma aventura como poucos. O seu carro foi arrastado pela força da corrente das águas que galgaram as margens da Ribeira da Beselga, em Porto da Lage, tendo vindo a ser resgatado por um popular.

Tudo aconteceu por volta das 19 horas. Samuel Costa, 24 anos, estava no café e decidiu ir a casa, em Além da Ribeira, na freguesia da Beselga, comer qualquer coisa. 40 minutos depois decidiu regressar ao estabelecimento mas a coisa não correu bem. “Quando vim para casa vi que a estrada já levava um palmo e meio de água e quando voltei para lá avisaram-me para não passar porque a água estava muito alta mas não me pareceu e fui na mesma”, contou ao nosso jornal. Quando estava a atravessar a estrada principal do Paço da Comenda, o carro de Samuel Costa, um volksvagem G40, foi arrastado pela força das águas e foi parar em cima de um muro. As águas foram subindo cada vez mais e, sentado com o cinto de segurança, o jovem chegou a ficar com água pelo peito. Foi quando arranjou forças para tirar o cinto, abrir o vidro e subir para cima do tejadilho onde se agachou e esteve durante 20 minutos.

Reportagem publicada na edição 933

2 comentários:

joão ferreira dias disse...

vou linkar este blogue ok?

Elsa disse...

Claro, obrigada.