13 de abril de 2006

Edição n.º 903

1 comentário:

Mais Notas Soltas disse...

Não é grande novidade, corrupção nas autarquias. Aliás, as câmaras municipais deviam ser substituídas por um engenheiro, dependente do ministério das Obras Públicas e pronto. O resto, maralha política que suga o orçamento nacional, que vão trabalhar.